Brachiária | Llanero

LlaneroDescriçãoAdaptaçãoTolerânciaProduçãoPlantioConsórcioManejo

Essa cultivar foi liberado na Colômbia pelo ICA (Instituto Colombiano Agropecuário) em 1987, cujas sementes vieram do CommonwealthScientifcand IndustrialResearchOrganisation(CSIRO) da Austrália, que foi introduzido pela CIAT em 1978. A ex-dictyoneura foi coletada originalmente no Zimbabwe (ex-Zâmbia) em 1971. Atualmente é comercializada em todo Brasil e América Latina. Adapta-se com muita eficiência em locais onde o terreno é raso e superficial, boa capacidade de rebrota, realiza um ótimo recobrimento do solo, diminuindo o risco de erosão.
Família: Gramínea
Ciclo de vida: Perene
Hábito de crescimento: Decumbente
Recomendação de uso: Pastoreio Direto
Exigência de fertilidade: Baixo/Média
Precipitação mínima: 1.000 mm
Atitude máxima: 2.000m
Tolerância à acidez do solo: Média
Tolerância à geada: Baixa
Tolerância à seca: Alta
Tolerância à má drenagem: Baixa
Tolerância ao sombreamento: Boa
Cigarrinha-das-pastagens: Susceptível
Cigarrinha-da-cana: Susceptível
*Produção de matéria seca: 8-10 t/ha/ano
*Produtividade: -
*Teor de Proteína Bruta: 7-9%
*Digestibilidade: 54-75%
*Palatabilidade: Boa

*Variável em função das condições do solo, clima, estágio de desenvolvimento e manejo da forrageira.

Profundidade de Plantio: 2-4cm
Semeadura: 2,8 ótimas condições de plantio
Consórcio: Arachispintoi, Puerária e Java
Tempo de Formação: 150-180 dias
Primeiro Pastoreio: 150 dias (gado jovem)
Altura do Corte: 20-25 cm (retirar os animais)