Panicum | Massai

MassaiDescriçãoAdaptaçãoTolerânciaProduçãoPlantioConsórcioManejo

A cultivar Massai, liberada em 2001, é um híbrido espontâneo entre Panicummaximum e P.infestum, e foi coletada na Tanzânia, África, pelo Institut de RecherchepourleDéveloppement(IRD). A planta tem como característica o crescimento formando touceiras com altura média de 60 cm. Possui excelente produção de forragem com grande velocidade de estabelecimento e de rebrota, com média tolerância ao frio e boa resistência ao fogo. Quando comparada a outras cultivares de Panicum maximum, o capim-Massai apresenta-se mais adaptado às condições de baixa fertilidade do solo, com boa resistência ao ataque da cigarrinha-das-pastagens. Avaliado em pastejo rotacionado por quatro anos, suportou 3,1 e 1,2 UA/ha durante o período das águas e da seca, respectivamente, apresentando ganho médio de 620 kg de peso vivo por hectare ao ano.
Família: Gramínea
Ciclo de vida: Perene
Hábito de crescimento: Cespitoso
Recomendação de uso: Pastoreio Direto, ILPF, fenação
Exigência de fertilidade: Média/Alta
Precipitação mínima: 800 mm
Atitude máxima: 1.200m
Tolerância à acidez do solo: Baixa
Tolerância à geada: Baixa
Tolerância à seca: Boa
Tolerância à má drenagem: Baixa
Tolerância ao sombreamento: Média
Cigarrinha-das-pastagens: Resistente
Cigarrinha-da-cana: -
*Produção de matéria seca: 12-15 t/ha/ano
*Produtividade: 585 kg/ha/ano de peso vivo
*Teor de Proteína Bruta: 9-12%
*Digestibilidade: 40-60%
*Palatabilidade: Boa

*Variável em função das condições do solo, clima, estágio de desenvolvimento e manejo da forrageira.

Profundidade de Plantio: 3cm
Semeadura: 3 kg/ha ótimas condições de plantio
Consórcio: Estilosantes
Tempo de Formação: 90-120 dias
Primeiro Pastoreio: 90 dias (pastoreio leve)
Altura do Corte: 20 cm (retirar os animais)